Conecte-se conosco:
  • Uberlândia

  • Uberlândia

  • BLOG WEBROOM

    Comunicação Digital + Desenvolvimento Web = Webroom Soluções Interativas

      Todos os posts da categoria pesquisa

    • 17 janeiro

      Oitenta milhões de pessoas acessam Blogs no Brasil.

      Uma pesquisa realizada pela boo-box em parceria com a Navegg, entre janeiro e março deste ano, traçou o perfil dos internautas do Brasil que acessam blog e revelou, entre outras coisas, que os homens são a maioria, e que o acesso é relacionado ao grau de instrução.

      No país , oitenta milhões de pessoas acessam blogs, em que destes, 69% são homens em busca de opções de entretenimento, esporte, tecnologia e automotivos, somando 90% de toda audiência.

      A maior parte dos heavy users (usuários que passam grande parte do tempo online) que visitam os blogs, possuem Ensino Superior (43%), seguidos de quem tem Ensino Médio (36%) e Ensino Básico (21%). Em comparação com a educação pública e privada, as diferenças são maiores: no ensino médio, o índice é de 37,3% na rede pública e 83,6% na rede privada, comprovando que o sistema educativo brasileiro ainda não acompanha o desenvolvimento digital.

      Os líderes no ranking de acesso são os grandes centros como: São Paulo com 14%, Rio de Janeiro 9% e Belo Horizonte com 5%. O acesso também é maior nas regiões Sul com 25,6% e Sudeste com 26,6% tendo o dobro de usuários que as regiões Norte com 12% e Nordeste com 11,9%.

      A faixa etária das pessoas que mais acessam blogs são entre 18 e 24 anos (50%), seguida de 25 a 34 anos (20%), 35 a 49 anos (19%), 0 a 17 anos (7%), e maiores de 50 anos (4%).

      Também foi comparado na pesquisa os meios de acesso aos blogs, ela apontou que, entre os navegadores, o Google Chrome é o mais usado, ultrapassando o Internet Explorer, tornando-se o líder em acessos, com 45% e o Internet Explorer com 29%. Logo em seguida ficou o Firefox com (20%) e outros (26%).

      Sobre a preferência entre o computador ou mobile para o acesso a blogs, as pessoas ainda preferem o computador (98%), contra 2% de preferência pelos dispositivos móveis.

      Tags: